terça-feira, 9 de novembro de 2010

Sempre ...


... que eu quero, revejo meus dias e as coisas que eu posso, eu mudo ou arrumo. Mas deixo bem quietas as boas lembranças, vidinha que é minha, só pra o meu consumo.

Um comentário:

  1. Liindo akiee amoree...
    Adoreiii...
    Lindo poemaa *-*


    Beijin na xexa !!

    =)

    ResponderExcluir